terça-feira, 11 de novembro de 2008

CORAIS






Meu corpo
é um coral dos mares do sul

Meus braços
algas que te enlaçam docemente

Minhas mãos
conchas que protegem
a pérola do teu rosto.

As estrelas do mar contam-me do sonho
De ser estrela polar.

Sou abrigo
De anémonas e cavalos marinhos e
Guardo os murmúrios e carícias das sereias
encantadas

Imagem da net.

Sentir meu.


10 comentários:

Rotiv disse...

Olá :)
O Blogue dos Manteigas de visita a este espaço :)
Um GRANDE SORRISO :)
http://bloteigas.blogspot.com/

Nas asas de um anjo disse...

tb escrevo mt sobre o mar...é bom saber q há tb quem o sinta asim!bjs

Graça Pires disse...

Como se fosse o mar a tua casa...
Gostei muito. Um beijo.

Baby disse...

Palavras lindas, enfeitando uma linda imagem. Tudo se conjuga, pois falar de corais é falar de beleza!
Beijinhos.

literatura disse...

Olá querida Amiga!
Obrigada pela visita.
Aqui envio os meus votos para que o livro seja um sucesso.
Eu cá vou andando nesta trabalheira para acabar os meus livros. Em especial dois: para Dezembro e finais de Janeiro.
Parabéns pela linda postagem, onde se percebe,m muito bem, as influências dos mares do Sul.
Um abraço.

Noribal

O Árabe disse...

Sei que me vou repetir, mas... que belo sentir! :) Bom fim de semana, amiga.

Ana Oliveira disse...

O Mar...fonte de tantas inspirações, com tudo o que tem de belo...

Beijos

Ana

Judite Pitta disse...

Divino! E mais não digo.
Palavras para quê? Uma surpresa constante esta mana.

Paula Martins disse...

Lindo este poema onde se sente o cheiro da maresia.

Beijinhos

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Benó, leitura mágnifica que agora fiz... l i n d a !!!
Beijinhos de carinho e ternura,
Fernandinha