domingo, 15 de janeiro de 2012

No teu regaço

As minhas mãos entre as tuas
já repousam do cansaço
deste longo caminhar.


Mas, ainda renovo e refaço
sonhos, esperanças, ilusões
no aconchego do teu regaço.



3 comentários:

Justine disse...

Estar acompanhado dá-nos sempre uma força suplementar...
Abraço

São disse...

Muito me agradou o texto.

Boa semana.

Baby disse...

Que lindo!! Maravilha, Benó, ter o aconchego dum regaço.
Que sempre, sempre, essas mãos entrelaçadas continuem tecendo a cores, sonhos, esperanças, ilusões!
Um abraço.