quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

SARGOS




A pesca do sargo é a grande atracção para os pescadores amadores da costa vicentina. Munidos das suas canas de pesca, carretos, uns mais sofisticados que outros, e todo o equipamento necessário a este desporto, ei-los espalhados pelas arribas da nosso zona onde passam tempos infinitos à espera que o peixe pique.
Nestes últimos dias tem estado vento de sueste o que ajuda à arribação desta espécie pois o mar batido e a água fria proporciona-lhe os ingredientes necessários à sua alimentação. Crustáceos e moluscos(ouriços-do-mar, mexilhões, lapas), tornam a sua carne tão saborosa e diferente das espécies capturadas noutras zonas.Esta é a altura ideal para a sua captura, pois todos os exemplares se encontram em óptimas condições.
Um bom exemplar pode atingir os 3,5Kgs.
Não há bela sem senão e os melhores pesqueiros são só conhecidos de alguns mas, há sempre quem procure instalar-se no lugar privilegiado e que não tenha ainda sido usado, pois o peixe é muito sabido e nem pode cheirar sangue dum seu semelhante pois afasta-se e já não procura o isco.
Os pesqueiros bons são sempre de acesso difícil, quase sempre escorregadio, e para lá chegar é necessário ter muita perícia, sapatos ou botas com lastro apropriado para o percurso e encontrar um espaço adequado para a instalação de todos os pertences que acompanham o pescador.
Hoje morreu mais um pescador.
Desde o ano passado até agora já morreram 11 pescadores nesta costa de Sagres, vítimas do seu descuido. Umas vezes porque escorregam e caiem nas rochas, outras porque uma onda mais traiçoeira os apanha desprevenidos, uma simples distracção é o suficiente para termos homem ao mar.
Como fico triste quando sei destas notícias.
É agradável termos um hobby para descontrair e conviver com os amigos mas, pôr a vida em risco por causa disso e pela satisfação de puxar um peixe que, coitado, farta-se de se debater preso ao anzol até chegar às mãos do seu captor, senhores pescadores amantes das falésias da costa vicentina, por favor, não façam tal!

7 comentários:

Divinius disse...

Gostei de ler:)
A LUZ QUE TE DEIXO É DA COR DA MINHA VIDA...)

O Árabe disse...

Não conheço o peixe, ao menos sob este nome. Mas a perda de vidas é, sempre, uma tragédia... nada as justifica. :(

Rui Caetano disse...

As falésias são uma atracção, o mar um chamamento e o sargo uma necessidade. Três vivas aos poescadores, uma profissão belíssima.

Nana Lopes disse...

Beno querida!!
Chuva?amo a todas.Aqui tambem passamos uma boa parte do ano na secura,rs.Aproveitemso então.Bom fim de semana.Bjkas

risonha disse...

a mim arrepia-me sempre pensar que arriscam a vida e vão para sítios tão perigosos, só pelo prazer de pescar.
e como sabes, tive um tio que morreu dessa forma, o que me faz ficar ainda mais chocada com o "espírito aventureiro" destes pescadores.

Pink Panther disse...

É a Lei de vida...

Mas, queira pensar que se esses 11 bravos engodadeiros não morressem da forma como pereceram, a abundância de sargos em tão nobre paragem não seria por certo tão chamativa...

Que as suas mortes alimentem os filhos da terra...

Benó disse...

Benvinda seja "PINK PANTHER".
Os sargos alimentam os filhos da terra e não só...
Apareça sempre mesmo com a maresia que tem feito.
Hoje mais três turistas cairam à água. Salvou-se um.Dá para acreditar que as pessoas não respeitem este gigante que se chama Mar?
Um grande abraço.