sexta-feira, 8 de maio de 2009

A Leveza duma mensagem



"Hoje, de manhã acordaste e, suavemente, como a leveza duma borboleta, pousaste os teus lábios no meu rosto para me despertares...."

Assim começa um conto escrito em tempos....

Mas a palavra LEVEZA, no PPP desta semana, proporcionou aos participantes deste passatempo a possibilidade de mostrarem, cada um à sua maneira, a sua sensibilidade

Assim, desde Agrades a Zé-Viajante, todos eles nos oferecem a sua visão que, embora antagónica aos olhos de terceiros, tem certamente para si, o significado pretendido.

Vão até lá e comentem.
Estas, também, são as LEVEZAS sentidas por mim:


A Leveza do meu neto a saltar.


A Leveza duma valsa no movimento gracioso deste par de bonecos.


A Leveza graciosa dum bando de pássaros.




































6 comentários:

elvira carvalho disse...

A Leveza de um post simples e muito bonito.
Um abraço e bom fim de semana.

Graça Pires disse...

A leveza das palavras e das imagens que tocam o coração. Um beijo, amiga Benó.

O Árabe disse...

Levezas... que nos tornam mais leve o coração! :) Boa semana, amiga.

Ana Oliveira disse...

Beno

Gostei das suas levezas e de visitar o PPP, belissimas fotos!!

Um beijo

Ana

Baby disse...

Belíssimas levezas, adornadas pela leveza da sua sensibilidade.

Um beijinho.

Espaço do João disse...

Batem leve levemente
Como quem chama por mim
Será chuva será gente?
Gente não é certamente
ea chuva não bate assim.


Que leveza