terça-feira, 16 de março de 2010

Lembranças




Mãos que sabiam manejar muito bem a agulha executaram, entre outras, estas lindas peças.
Hoje, quis prestar uma justa homenagem a essas mulheres que me foram queridas e que sem elas eu não seria o que sou.
Obrigada por tudo o que me deram, por tudo que me ensinaram, pelo tanto que me amaram.
A vossa recordação vive em tudo o que me rodeia.

15 comentários:

manuela baptista disse...

Benó

hoje vim visitar o atelier!

e dei com estas bonitas peças e digo

belas as mãos que as criaram!

um beijinho

Manuela

Graça Pires disse...

Mãso que sabem fazer arte...
Um beijo, amiga Benó.

O Árabe disse...

E que belas lembranças, Benó! :) Boa semana, amiga.

Baby disse...

É verdade que as nossas mães e avós cultivavam essas prendas nmaravilhosas, quanta coisa linda a minha mãe me deixou!
Adorei ver as suas e achei um encanto a sua justa homenagem.
beijinhos.

Espaço do João disse...

Mas, haverá mais alguém que a mulher para saber dar valor a tudo que lhe deixaram legado? Seu atelier è uma caixa de surpresas. Suas mãos são mãos sde fada e, seu amor pela arte um sonho a não perder. Receba um beijo de amizade.

Nélia disse...

Benó

Trabalhos lindíssimos saídos de mãos de fadas...Uma peciosidade para os tempo de hoje.
bjs
Nélia

Graça Pires disse...

Uma Páscoa de Amor, amiga Benó.
Beijos

Multiolhares disse...

Como é bom relembrar, a arte, das mãos e da vida
beijinhos

Justine disse...

Como as mulheres são multifacetadas. Como conseguem sempre arrancar beleza das suas mãos. Tu mesma, com este post:))
Beijo

partilha de silêncios disse...

Gostei muito de conhecer o seu espaço e o seu trabalho.

beijinhos

Nilson Barcelli disse...

Belos trabalhos.
Beijos, querida amiga.

Nônô disse...

olá Benó!
Que bonitas peças!!!
E que linda homenagem ás pessoas que as criaram.
São lembranças que ficam e que as pessoas sensíveis sabem guardar com especial carinho...
Um beijo e bom fim de semana
Leonor

tulipa disse...

Belos trabalhos.
Abençoadas mãos.
Parabéns!!!
Obrigado pela partilha.

Não uso máscaras, talvez por isso, por ser franca e directa, não tenha os amigos que gostaria de ter...é o preço a pagar!!!

Seguem umas palavras que escrevi hoje, num momento de muita solidão e incompreensão neste Mundo.

Apenas os meus passos quebram o silêncio
Tudo o resto à minha volta cessou
Outros sons existem na minha alma dorida
De palavras ditas sem pensar, para magoar
Vindas de pessoas que se dizem amigas
Mas…infelizmente não sabem o que isso é!
Os amigos de verdade não fazem isso…
Afinal, o que fazem os amigos de verdade?
É uma questão que coloco cada dia mais
A mim e aos outros; é que não sei mesmo…
Há falta de amigos, de camaradas, de pessoas…
Estou silenciosa, por vezes acontece…
Não me parece, conheço-me bem
Nunca, nem um segundo; o silêncio em mim é mau sinal
Garanto-vos!!!
Aproxima-se o dia do meu aniversário
Coincide com aquele dia do ano,
que muitos se lembram de mim
e, mais uma vez, pergunto:
e, nos outros 364 dias, onde andam?
Ou…onde ando eu? Noutro planeta?
Quem sabe…É-me difícil avaliar.
E, dentro do meu peito ouve-se algo
é sempre o mesmo murmúrio, lá bem fundo
triste, fluindo ininterruptamente,
dói…se dói…
porque é o sentimento que confere o significado à Vida.
(palavras minhas)

Beijinhos meus, cheia de saudades tuas.

bettips disse...

São todos lindos mas o do meio é muito original. Bela homenagem às "mãos de fada"...que afinal herdas-te!

Maria Bettencourt Lemos disse...

Querida Benó, olá!

Esta é claramente uma lindissima homenagem!!!
Um grande abraço para si e muitissimo obrigada pela sua presença sempre nos momentos especiais e muito simpaticamente!
Maria Lemos