domingo, 6 de abril de 2008

AURORA

Chegas negra, densa, envolvente e penetrante, estendes-te por todo o espaço e num repente tomas conta do dia que acaba por sucumbir ao teu amplexo fatal.
Tal como um líquido viscoso escorrendo por entre os dedos, assim tu, noite, escoas-te vagarosamente até a manhã chegar.
Deusa dos segredos e mistérios nocturnos a quem Homero se refere como a domadora dos Homens e dos Deuses, que queres tu?

Ora chegas quente e suave, envolvendo nos teus longos braços, os casais de amantes que a coberto do teu manto negro fundem os seus corpos num só, com uma única vontade,
um único desejo…

Ora chegas chorosa, triste, agitando os teus véus como a quereres afastar os fantasmas de algumas tristes lembranças.

Afinal, para que vens?

Se durante o teu reinado não posso ver as flores dos jardins…!
Não posso ouvir o lindo cantar das aves…!
Não posso ser beijada pelo sol…e brincar com as borboletas…!
Não posso ver o germinar das sementes nem as laboriosas formigas…!

Deixa que eu nasça, rasgue o teu véu, rompa entre as nuvens para dar luz à terra, pois eu sou



a AURORA, irmã do Sol e da Lua!

14 comentários:

Marta Ribeiro disse...

*´¨)
¸.•´¸.•*´¨) ¸.•*¨)
(¸.•` (¸.•` ¤ * Passo para desejar um óptimo inicio de semana...beijinho*.•´¸.•*´¨) ¸.•*

Espaço do João disse...

Querida Benó.
Fico muito grato pela preocupação do meu estado de saúde. Está tudo a rodar sobre rolamentos. Obrigadão e um beijo do João.

Um Momento disse...

Lindo Benó:)

Beijo radiante!

(*)

literatura disse...

noribal e os livros disse: Vi e li o poema "Aurora". É lindissimo,pois é um tema que foi muito bem tratado pelos poetas do Renascimento, e o nosso grande poeta Luis Vaz de Camões, também escreveu lindos poemas inspirados na época de Homero. Tempo quando tudo era descrito com uma enorme grandeza mística.

Aqui vai um grande desejo de Felicidades.

Graça Pires disse...

Bonito texto sobre a noite e a madrugada.Gostei imenso. Um beijo.

O Árabe disse...

Belo texto, lindas imagens... simplesmente perfeito!

Ana Oliveira disse...

Se a tardinha é a "Hora dos mágicos cansaços"(Florbela Espanca)
a madrugada é sempre a hora dos sonhos. Sonhos que nos atrevemos e esperar que sejam verdade.
Gostei muito por isso me atrevo e deixar um comentário.
beijo
Ana

Nana Lopes disse...

Boa noite querida Benó!!
Desculpe-me pela ausencia.
Sem tempo para passear pelos cantinhos lindos que gosto.
Que bela postagem a de hoje hein?
Aurora, só a palavra já tem poesia em si.
Beijokas menina!

Judite Pitta disse...

Pelos escritos fantásticos pela aparência cuidada de cada postagem por tudo em suma neste blogue, ofereço-lhe um Prémio mais que merecido. Faça o favor de o ir buscar ao meu Sedas e Afins, e exibi-lo, juntando-o à imensidade que já tem.
Bjinhos

Nilson Barcelli disse...

Tal como tu, também fui participante do 1º jogo das 12 palavras do Eremita.
Depois de ler o teu texto, resolvi dar aqui um saltinho para te dizer que gostei. Aliás, todas as participações são muito boas e algumas até são excelentes.
Também gostei do teu blogue, que não conhecia. Pelo pouco que vi, acho-o magnífico.

Bfs, beijinhos.

M. disse...

Benó
Só para dizer que dos textos publicados no eremitério, o seu estava entre os meus preferidos. :)
e agora aqui..
agradavelmente surpreendida.

Um beijo

literatura disse...

Boa amiga. Aproveito este espaço para lhe dizer que vi a sua mensagem hoje e fui ver os textos presentes no Jogo das Doze Palavras do Ermita. Gostei de todos eles. E fiquei satisfeito por reparar que houve muita gente a participar. É uma boa ideia!
Parabéns.
Beijinhos

literatura disse...

Boa Amiga
Obrigada pelo seu comentário sobre o novo texto agora publicado.
Estou a ficar muito contente pelos comentários rececebidos.
Também, lhe digo que já mandei o texto para o passatempo: das 12 palavras - Actividades Lúdicas.
Conforme me aconselhou.

Um abraço e Felicidades

literatura disse...

Boa amiga!
Andei hoje a espreitar, de novo, o seu blogue e fiquei muito contente por verificar que estou entre os seus amigos.
Também li o seu texto "O Faroleiro"
e vi que as doze palavras do jogo estão muito bem colocadas e dão-nos uma boa sequência e descrição dum tema que é do agrado de toda a gente.
Parabéns e um abraço amigo.

Logo que possa vou ler o seu segundo tema, que é respeitante ao segundo jogo das doze palavras.