quinta-feira, 22 de maio de 2008

3ºJogo


Doze palavras nos foram oferecidas para elaborar uma pequena composição em prosa ou poesia a ser publicada no Eremita, no que ele chamou "O jogo das 12 palavras".
Esta foi a minha colaboração.

AMÚO

A minha SILHUETA beneficiou extraordinariamente com a minha ida ao Spa. A minha pele, então, mostra bem o resultado da exfoliação a que foi sujeita.Tem o aspecto duma pele fina de CRIANÇA..

Foi PENA que não me tivesses acompanhado no ginásio onde tu gostas de exibir os teus dotes de ginasta mas, estavas amuado como um adolescente. E porquê? Porque num momento de distracção, sujei, sem querer, aquela TAPEÇARIA retratando aquelas cenas horrorosas da caça ao javali.

Mas sabes como adoro tomar chocolate ao pequeno almoço e, ao levantar-me do sofá, com a chávena na mão, não consegui AFASTAR-me da mesa e num ápice a chávena salta e vai sujar a”menina dos teus olhos”, oferta do sr. CONSELHEIRO, o EXPONENTE máximo da tua pirâmide familiar.

Tens, por vezes, atitutes que não compreendo e naquela MANHÂ que começou linda e radiosa e, em que me sentia extremamente feliz, sentados naquela sala com
vista para o jardim, onde ainda se podiam ver as gotas de ORVALHO brilharem nas flores, fizeste aquela cena tão triste, tão dramática, tão patética, que cheguei até a pensar que a MORTE ia aparecer.
Tudo serviu afinal, para mostrar a VULNERABILIDADE da nossa relação.
Amo-te, quero-te, sou feliz a teu lado mas não suporto os teus amúos nem a tua irritabilidade que estão a ser uma verdadeira OBSTRUÇÃO à nossa felicidade.
Convido-vos a ler a minha outra colaboração no Jardim d'abrolhos.

10 comentários:

Amita disse...

Peço desculpa pela ousadia da invasão :) motivada pelo excelente texto e imaginação que acabei de ler aqui.
Atravessando uma fase demasiado prolongada de ausência dos blogues e do belo que se escreve neste mundo, apercebo-me o que ando a perder, mas muitas vezes somos obrigados a seguir os desvios do caminho (mesmo quando com alegria).
Este texto, pleno de leveza e movimento, deu-me um grande prazer ler.
Muito grata pela partilha do bem que se aqui se sente.
Um bjinho e uma flor

Å®t Øf £övë disse...

Benó,
E ao que parece, a morta vai mesmo aparecer, mas infelizmenta não será a morte do amor, mas sim uma morte daquelas que nunca têm solução.
Bjs.

Graça Pires disse...

Muito bom o texto. Excelente o amúo... Beijos.

EDUARDO disse...

estamos a bombar amiga Benó!! 12 palavras eremitárias :-) e muito bem desenhadas. eu sei!
beijão


PARADOXOS

Nilson Barcelli disse...

Gostei da tua ida ao SPA...
Isto é, do teu texto.

Bom fim de semana,
Beijinhos.

Ana Oliveira disse...

Eu vinha só para lhe deixar um recado mas não posso deixar de dizer como apreciei o texto...principalmente por tão bem traduzir aqueles momentos da vida do dia-a-dia a dois, que são tão importantes e que nem sempre conseguimos verbalizar ou resolver com uma critica tão amorosa e suave.Que bom que haja quem nos ensine a fazê-lo...digo eu que sou de amuos!!!
Agora a exposição: é no hotel mundial em Lisboa, inaugura dia 30/5 ao fim da tarde, para o público dias 31/5 e 1/6 das 10 às 20 horas.
Vale a pena visitar e ver alguns mestres a trabalhar.
Beijos
Ana

Um Momento disse...

Já li o outro texto o qual fiquei sem palavras... Parabéns pela forma fantástica como conseguis-te transformar um "jogo" de palavras em tão belos textos.
Deixo um beijo enorme com o desejo de uma serena noite :))))

(*)

Espaço do João disse...

O amor é sempre perfeito. Para se amar e ser amado não quer dizer que andemos sempre aos beijinhos. Temos que saber os momentos em que as cedências de parte a parte fazem com que nos amemos mais e melhor. O seu texto vem ao encontro do meu modo de ser. Escolher a pessoa que se ama , nem sempre é fácil, mas o amor é como o ferro. Tem de ser bem aquecido e, bem malhado para ser bem moldado.

elvira carvalho disse...

Há quanto tempo aqui não venho.
E quantas coisas novas. Até um novo blog, verdade? Últimamente não tenho tido tempo nenhum. Meu pai (90) anos, e minha mãe de 82 ambos acamados, levam-me todo o tempo.
Um abraço e bom fim de semana

literatura disse...

Boa amiga!
Visitei o seu blogue e li as suas últimas postagens. Como de costume gostei delas, porque são bonitas. E faço um comentáriozinho sobre o tema mais positivo - sobre o sentido humorístico: onde o personagem - o Conselheiro, está muito bem, assim como todo o tema que compõe a postagem. Aquela que serviu também, para o Jogo das Doze Palavras. - "O Amúo",
o tema é mais profundo, mas está muito bem conseguido.
Parabéns!

Um abraço e Felicidades.