quarta-feira, 24 de junho de 2009

De(Balde)




Pratos e Caixas é o link deste meu Atelier.


Algunds pratos e algumas caixas já aqui foram mostrados dando seguimento ao que me levou a fazer este blogue, mas hoje é altura de dar a honra a outro artigo que aqui decorei:


Um simples balde de zinco, pintado e enriquecido com motivos de Sagres, e que fez os encantos de um turista que o comprou de imediato.


Homenagem ao balde que, possivelmente, serve de suporte a algum vaso de flores silvestres ou talvez não.

5 comentários:

elvira carvalho disse...

E ficou lindo.
Um abraço

São disse...

Muito lindo.

Beijos.

Graça Pires disse...

Fantástico como consegue transformar os objectos em arte...
Um beijo.

Espaço do João disse...

Bem!! De balde, Não foi debalde, não foi em vão, mas ficaram surpreendentes.Certamente quem o comprou não tinha mau gosto. Não foi debalde!!! Hoje raramente encontramos baldes de zinco, só os plásticos predominam. Curioso que ainda me lembro da fórmulá de calcular um tronco de cone e um funil. Hoje, creio que não se ensinam nas escolas. Julgo eu que também seja do teu tempo. Tem um bom fim de semana. Um beijo amigo João.

O Árabe disse...

Belo trabalho. A arte nunca é debalde! :) Boa semana.